Mercado Imobiliário

Dicas de ouro para você comprar seu primeiro imóvel

compra de imóveis
Para muitas pessoas, a compra do primeiro imóvel é o principal objetivo de vida. A decisão de adquirir o lugar ideal para morar depende de inúmeros fatores, como financiamentos e investimentos.

A necessidade de comprar o primeiro imóvel surge quando decidimos encontrar um novo lugar para viver. E a situação se torna mais premente quando duas pessoas querem tornar o compromisso mais sólido, afinal, “quem casa quer casa” e quem não quer?

Outro ponto essencial para quem quer comprar um imóvel é a possibilidade de fazer dessa oportunidade, um investimento para o futuro. Há quem diga que a compra de imóveis é bem mais lucrativa do que o mercado de ações, se a localidade em que o imóvel for adquirido for favorável e estiver em expansão.

Por entender a importância e as expectativas desse momento, a Izymob, fez uma seleção de 10 dicas para comprar seu primeiro imóvel e fugir das armadilhas.

Compra de imóveis de forma segura

Estude todas as possibilidades

A gente sabe que esse é um momento delicado, por essa razão, é preciso considerar todas as hipóteses. A compra do primeiro imóvel deve ser, antes de tudo, uma compra ponderada, para que não haja arrependimentos futuros.

Entenda o processo de compra de imóveis

A compra do primeiro imóvel é um momento único e que exige muito empenho financeiro. Dessa forma, todo cuidado é sempre pouco e você deverá se cercar de cuidados para fazer o sucesso desse investimento. Converse com familiares e amigos que já passaram pela experiência, troque ideias com profissionais da área imobiliária e pesquise pela internet. Questione, reflita, pondere as informações, refinando sua pesquisa.   

Elabore uma lista de prioridades

Elabore uma lista de prioridades na qual você deverá considerar aspectos imprescindíveis para a compra – como os bairros que melhor atendam suas expectativas – o tamanho do imóvel como um todo, as condições de compra, como financiamentos e cartas de crédito. Se a família vai aumentar, se há filhos em idade escolar, entre outros fatores.

Infraestrutura

Outro ponto importante para ser pensado é quanto a infraestrutura: número de quartos, tamanho dos cômodos, duplex, térrea, se a construção poderá ser ampliada, no caso das casas. No caso dos apartamentos, a questão do valor mensal dos condomínios e taxas também deverá ser analisado nessa prospecção.

Localização

Uma região bem localizada contribui para a valorização do imóvel e melhora a qualidade de vida de seus moradores. Portanto, ao escolher um imóvel é necessário verificar se o mesmo está bem situado, com transportes públicos acessíveis, como metrô e linhas de ônibus disponíveis.

Os imóveis mais valorizados no futuro estão situados dentro de bairros que tenham comércio próximo. Parques com área verde e centros comerciais, caso você considere a hipótese de vendê-lo, terá um bom retorno financeiro. Procure escolher bairros que tenham acesso facilitado a outras regiões da cidade ou que fiquem a caminho de seu trabalho.

Imóveis novos ou usados, eis a questão

Seja uma residência nova ou usada, o mais importante é que ela atenda a maioria dos pré-requisitos anotados na sua lista de prioridades.

Imóveis usados podem ser uma boa escolha para quem precisa se mudar com uma certa urgência e não tem muitas exigências.

Entretanto, é importante verificar a situação geral do imóvel como infiltrações, pisos em mau estado, instalações hidráulicas ou elétricas sem funcionamento.

Em se tratando de comprar um imóvel na planta, você pode ter um valor melhor. No entanto, certifique-se do andamento da obra, sua regularização e se não há taxas e serviços cobrados à parte – para que seu sonho de casa nova não se torne um pesadelo.   

Documentação em ordem

Antes de adquirir seu primeiro imóvel é de extrema importância pesquisar se o empreendimento está com a documentação em ordem, dentro da lei. Por essa razão, ao pensar em comprar um imóvel, não deixe de consultar uma imobiliária ou um advogado. Esses profissionais poderão fazer uma análise documental e jurídica da situação do imóvel. Essa ação acarreta alguns custos, porém, é uma medida segura para não ser enganado.

Quais documentos necessários para a compra de imóvel usado:

comprar imóveis
  • Cópia da matrícula atualizada: este é o dossiê da propriedade, cuja solicitação deve ser feita no Cartório de Registro de Imóvel da região. O próprio vendedor indica o local correto e o número da matrícula; Vale lembrar que quem não registra, não é dono!
  • Certidões: ao comprar um imóvel, o comprador deve consultar alguns documentos, tais como:
  • Certidão Negativa de Débitos na Junta Comercial,
  • Certidão de Nascimento,
  • Certidão de Distribuição Cível,
  • Certidão Negativa de Débitos Federais de Pessoa Física,
  • Certidão Negativa de Débitos Trabalhistas;
  • IPTU e condomínio: Verifique se o IPTU do imóvel está em dia. Você deve solicitar ao vendedor o número do contribuinte e entrar em contato com a prefeitura da cidade.

Saber da existência desses documentos é um direito do comprador do imóvel para se assegurar que está fazendo um bom negócio.

Recursos financeiros para a compra de imóveis

Há diversas alternativas para o pagamento de um imóvel. O pagamento à vista é sempre mais vantajoso, pois existe a possibilidade de altos descontos.

Todavia, a maioria das pessoas não dispõem de recursos guardados para a compra de imóveis. Então surgem outras alternativas como o consórcio, o financiamento com a construtora e o financiamento bancário. Ainda há a possibilidade de usar os recursos do FGTS – Fundo de Garantia por Tempo de Serviço – para dar entrada no seu imóvel. Para esclarecer mais dúvidas, procure um corretor de imóveis credenciado.

Formalize as decisões em e-mails (ou por escrito)

Você já deve ter ouvido a expressão “Vale o que está escrito”: da mesma forma, essa regra é válida para as transações imobiliárias. Ao iniciar a negociação da compra de um imóvel, antes da assinatura dos contratos, procure formalizar os termos combinados verbalmente.

Toda vez que você mantém um registro por escrito do que foi acordado previamente nas conversas, você tem um recurso válido juridicamente. Isso evita prejuízos diante de uma falha entre as partes e ninguém sai perdendo.

Nessas trocas por e-mail ou por escrito, procure estabelecer os termos combinados, as pessoas envolvidas, o entendimento, bem como a decisão tomada por você. Tal ação é favorável a ambas as partes e todos saem ganhando.

Escolha um corretor de confiança

Para esse passo tão importante, procure os serviços de um corretor de imóveis: esse especialista em mercado imobiliário poderá tornar a compra do seu imóvel mais tranquila e segura.

O corretor de imóveis é o único profissional regulamentado para intermediar transações imobiliárias. Portanto, antes de efetivar a compra, certifique-se se o corretor tem registro ativo no CRECI – (Conselho Regional de Corretores de Imóveis).

Um profissional credenciado está apto para acompanhar os trâmites da aquisição, esclarecendo dúvidas e auxiliando com a documentação necessária para o sucesso da compra.

IzyMob, a visibilidade que seu imóvel merece!

Avalie esse post:

Classificação 5 / 5. Votos: 1

Newsletter

Confira