Decoração

10 dicas para organizar apartamentos pequenos

Está pensando em morar sozinho pela primeira vez e ainda um pouco perdido? Encontrou um apartamento pequeno, mas possui dúvidas de como pode organizá-lo e decorá-lo para deixá-lo com a sua cara?

Muitos inquilinos enfrentam dificuldades em como aproveitar o espaço de seu imóvel da melhor forma possível, com móveis que tragam conforto, tranquilidade e, ao mesmo tempo, reflitam sua personalidade e estilo.

Manter uma boa organização de seu lar é extremamente importante, principalmente otimizando os espaços de forma que seja fácil mantê-lo limpo e em ordem.

De acordo com dados da Empresa Brasileira de Estudos de Patrimônio(Embraesp), 66% das unidades residenciais lançadas na cidade em 2019 têm menos de 45 metros quadrados – percentual bem acima da média histórica.

Morar em um apartamento pequeno traz grandes vantagens. Por isso, neste texto vamos ajudar você a aproveitar o espaço de seus lares da melhor forma possível, com dicas imperdíveis de como organizá-lo e deixá-lo com a sua cara.

Vamos lá!

Como organizar um apartamento pequeno?

A procura por imóveis menores vem aumentando significativamente ao longo dos anos e reflete um novo estilo de vida que se espalha pelo país. Por mais que não tenham um grande espaço, isso não significa que você não pode organizá-lo e montar um ambiente aconchegante, funcional e cheio de estilo.

Se você está enfrentando dificuldades nessa tarefa, então confira 10 dicas especiais que separamos para ajudá-los:

  1. Livre-se dos excessos

Desapegar é uma missão difícil para muitos, mas essencial para aqueles que irão morar em um apartamento pequeno.

O primeiro passo para conseguir organizar seu lar de forma harmoniosa é livrando-se de tudo que é desnecessário e não terá espaço em seu lar. É preciso saber exatamente a quantidade de coisas que vai precisar guardar para, a partir disso, avaliar os espaços disponíveis em casa e deixar tudo em ordem.

Além de contribuir para uma melhor limpeza do imóvel, toda a energia do ambiente será melhor e mais leve, tornando seu dia a dia muito mais harmonioso.

  1. Categorize sua arrumação

Pode parecer estranho pensar em categorizar seus objetos durante a arrumação, mas essa é uma das dicas mais recomendadas por especialistas do ramo.

Na prática, essa categorização representa reunir os itens em comum da mudança. Só tendo a visão do todo é possível descartar e decidir o que fica.

Como exemplo, se você possui roupas em dois cômodos diferentes, deve organizá-las como um todo e não apenas aquelas que estão em um dos armários. Para aqueles que apreciam a leitura e possuem uma ampla variedade de livros, junte-os para ter noção da quantidade total que possui para, a partir disso, arrumá-los onde desejar (escritório, quarto, sala, etc).

  1. Use e abuse dos espaços verticais

Explorar os espaços verticais do ambiente é uma ótima estratégia para proporcionar uma sensação de amplitude em espaços pequenos. Além de criar elementos visuais bonitos, também é uma ótima oportunidade para investir em lugares para armazenar objetos e criar decorações.

Como exemplo, alguns dos mais utilizados são estantes, prateleiras, armários, quadros e outros acessórios podem ser suspensos,

  1. Elimine divisórias entre os cômodos

Por mais que sejam ótimas ferramentas para delimitar e otimizar espaços, as divisórias não são boas opções em apartamentos pequenos, uma vez que podem acabar contribuindo para uma maior sensação de aperto.

Nesses casos, o ideal é investir na união entre os cômodos de acordo com sua disposição. Mas lembre-se: é importante criar o elementos de integração e fazer com que os cômodos conversem entre si e não fiquem desarmoniosos.

  1. Invista na iluminação

Uma boa iluminação faz toda a diferença nos ambientes internos. Quando não são bem iluminados, podem trazer a sensação de serem menores do que realmente são.

Para evitar isso, apostar na iluminação natural é uma das melhores dicas para ampliar seu apartamento. Explore a luz do dia que entra por cada janela, use cortinas e venezianas leves e claras, e evite que estantes ou outros móveis bloqueiem a incidência de luz.

Em conjunto, caso queira utilizar alguma luz artificial, dê preferência para a indireta – ou seja, objetos que façam com que a luz de ambientação reflita na superfície e, somente depois, se amplie por todo o ambiente. Esse jogo de luz traz um tom mais aconchegante e intimista, que irá destacar todos os objetos de seu lar.

  1. Opte por móveis planejados e de multiusos

Embora sejam mais caros que os de pronta entrega, os móveis planejados e de multiusos são ideais para otimizar o seu espaço.

Isso porque como são feitos sob medida de acordo com sua necessidade, se tornam muito mais práticos e funcionais, aproveitando completamente cada espaço de seu imóvel.

Além disso, existem diversos móveis que podem ser utilizados para diversas finalidades, como sofás que viram camas, mesas de centro com baú, escadas com gavetas e camas com baú, por exemplo.

  1. Invista em estantes

As estantes, prateleiras e até nichos são ótimas opções para guardar seus itens de forma organizada e que facilite seu acesso à elas. Quando feitos sob medida, se tornam mais eficientes ainda.

Em entrevista à Casa Vogue, os arquitetos Felipe Luciano e Vanessa Keiko, do estúdio FCK, explicam que esses objetos servem tanto para organizar quanto para coordenar visualmente peças em um ambiente e, por isso, devem estar sempre arrumados. “O segredo é sempre fugir da poluição visual e tentar usá-la de maneira criativa”, defendem.

  1. Use espelhos

Pode parecer simples, mas os espelhos podem contribuir – e muito – para a criação de um jogo visual que gere a sensação de amplitude no ambiente.

Seja em paredes inteiras, em portas de armários, nos móveis e na vertical ou horizontal, essas diferentes composições dos mais diversos tamanhos podem trazer maior leveza e suavidade ao seu lar.

Outros objetos reflexivos como vidro e fórmica trazem o mesmo resultado. Por isso, invista nessas opções!

  1. Troque portas comuns pelas corrediças

 A grande vantagem das portas corrediças é não ocupar um grande espaço no imóvel e, consequentemente, otimizar a circulação dos inquilinos – o que as tornam excelentes opções para apartamentos pequenos. Além disso, essas portas contribuem para uma maior integração entre os ambientes ampliando o espaço.

Elas podem ser adotadas nas varandas, janelas, armários e banheiros, por exemplo, e construídas nos mais diversos materiais de acordo com sua escolha de decoração (vidro, vidro fosco, madeira, espelho).

  1.  Cozinha planejada

Por fim, ter uma cozinha planejada com móveis sob medida é uma ótima forma de aproveitar todo o espaço em apartamentos pequenos.

Um dos exemplos que vem ganhando grande procura nos últimos anos é o fogão cooktop. Com ele, você separa o fogão do forno e aloca cada um da melhor maneira – além é claro de trazer uma grande beleza ao ambiente.

Conclusão

Decorar e organizar um apartamento pequeno não é uma tarefa impossível, e você pode obter excelentes resultados ao seguir as dicas que mencionamos neste texto!

Por isso, antes de se mudar, lembre-se de evitar trazer um excesso de objetos ao seu novo lar, e optar pelo uso de móveis que aproveitam ao máximo cada canto do imóvel. Ao final, o ambiente ficará bem organizado e com a sua cara!

Se você gostou deste texto, compartilhe nas redes sociais e dê um pulinho no blog da Citas.

Sobre o Autor

A Nath é responsável pelo blog da Citas. Jornalista de formação, mas urbanista de coração é apaixonada pelo centro de SP, moradia e economia compartilhada.

A Citas. busca otimizar a experiência urbana, por meio da integração entre vida e moradia. Oferecemos soluções de moradia no centro de São Paulo, com serviços que otimizam a experiência das pessoas.  São apartamentos simples e descomplicados que facilitam a vida.

Avalie esse post:

Classificação 5 / 5. Votos: 2

Newsletter

Confira