Curiosidades

Dia internacional da mulher – conheça as histórias de 5 mulheres fantásticas

O dia internacional da mulher deve ser comemorado todos dias, afinal, precisamos exaltar e amar toda a beleza feminina e sua força. Que tal lembrarmos de mulheres que são famosas por sua força, talento, determinação, ativismo e muito mais.

O dia internacional da mulher é celebrado anualmente no dia 8 de março, saia por aí para visitar museus dedicados a grandes nomes femininos na história do mundo.  Por isso, é preciso celebrar a coragem dessas mulheres, a vida e história.

A LiveHere vai te contar a história de 5 mulheres incríveis, de diferentes locais do mundo, idade e época para te contar um pouco mais da história de cada uma!

Elas são um exemplo até os dias atuais por conta de sua determinação que são extremamente importantes para a história mundial.

Essas mulheres sensacionais têm museus ou exposições com suas obras e histórias. Conheça um pouco mais sobre cada uma delas e aproveite para colocar esses museus na sua lista de viagem.

Anne Frank

Anne Frank

A jovem Anne Frank ficou conhecida mundialmente após a publicação do seu diário, que atualmente é um dos livros mais traduzidos do mundo. A adolescente alemã retratou nas páginas de seus diários o início das restrições nazistas, sua vida em um esconderijo onde viveu por 2 anos, entre 1942 até a manhã de 4 de agosto de 1944 quando o esconderijo foi atacado.  Anne morreu em fevereiro de 1945, mas suas palavras estão eternizadas e sua história será sempre lembrada, o que levou a revista Time declarou Anne um ícone do último século. Nesse dia Internacional da Mulher sua coragem nos servem de coragem diária.

Conheça pessoalmente a história de Anne em uma viagem para Amsterdam

A incrível jovem que sonhava ser jornalista se tornou parte do turismo histórico em Amsterdam, ao fazer uma Eurotrip com passagem pela cidade, muitos fazem uma parada na Casa de Anne Frank. Você consegue visitar o museu sem fazer uma viagem para Amsterdam, com o Google Arts & Culture você pode fazer uma tour em 30 graus e ter uma ideia do que pode encontrar no museu. Você também pode visitar o Museu Madame Tussauds, onde poderá encontrar a estátua de cera de Anne Frank.

Leia mais: Os motivos para se fazer parte de uma entidade estudantil

Cora Coralina

Cora Coralina

Cora é um exemplo de superação e talento. A goiana estudou apenas até a terceira série e se tornou doceira de profissão, contudo, sua real paixão era a escrita. Desde muito nova escrevia poemas, com 14 anos criou os primeiros textos, mas somente aos 76 anos que lançou seu primeiro livro, em 1965. Suas obras são ricas e voltadas para o cotidiano do interior, sendo tema central de muitos de seus poemas Goiás, onde viveu. Cora Coralina é considerada até hoje uma das mais importantes poetizas e escritoras brasileiras.

Visite o Patrimônio da Humanidade, Goiás Velho e viaje aos versos de Cora

Uma deliciosa visita com muita literatura e conhecimento, vão encher e acalentar o seu coração de muito amor. O Museu da Casa de Cora Coralina fica localizado na Rua Dom Cândido, em Goiás. O museu é a casa onde Cora viveu e em sua homenagem foi transformada para que todos possam sentir a energia dessa grande mulher. Essa é uma experiência única, o passeio é guiado e você vai se deparar com utensílios que Cora usava para preparar seus doces e outros móveis e objetos que fizeram parte da vida da poetisa.

Frida Kahlo

Frida Khalo

Você com toda certeza já se deparou com alguma foto de uma moça com sobrancelhas unidas e flores na cabeça. Frida Kahlo é um dos nomes femininos mais conhecidos mundo da pintura e uma figura icônica nesse dia internacional da mulher . A mexicana também é reconhecida no movimento feminista e na comunidade LGBTQI, Kahlo era abertamente bissexual e teve casos com mulheres e homens mesmo durante seu casamento. Sua história de vida teve altos e baixos, com relacionamentos conturbados ao acidente que inspirou uma de suas pintas mais conhecidas, A Coluna Partida

Um passeio cheio de cultura e arte, conheça a La Casa Azul

Se você conhece a história dessa mulher incrível e está indo viajar para o México, você deve visitar o Museu de Frida Kahlo. A La Casa Azul é uma parada obrigatória na Cidade do México, ao visitar você irá conhecer onde Frida viveu momentos marcantes de sua vida e foi seu refúgio até a sua morte. A pintora dizia que pintava sua própria realidade, você vai conseguir sentir essa vibração nesse passeio cultural. Vale muito a pena e para conhecer de perto a história dessa grande mulher que serve de inspiração.

Leia mais: Doutores da Alegria fazem vídeos para alegrar pacientes em tempos de pandemia

Nise da Silveira

Nise da Silveira

Lugar de mulher é onde ela quiser e Nise da Silveira é a prova disso, a alagoana dedicou sua vida a sua profissão, buscando a humanização nos tratamentos psiquiátricos. Nise acreditava que os tratamentos usados eram muito agressivos como a lobotomia e o eletrochoque. Revolucionaria em sua área, a médica acompanhava de perto os seus pacientes, sendo pioneira também nas relações emocionais de seus pacientes com animais, criando um laço afetivo. O seu trabalho é reconhecido mundialmente até hoje, o cinema brasileiro fez um filme em sua homenagem que é intitulado Nise: O Coração da Loucura.

De Maceió para a cidade maravilhosa

Nascida em Maceió, no belo estado de Alagoas, Nise se mudou para o Rio de Janeiro onde fundou em 1952 o Museu de Imagens do Inconsciente. Ao visitar a cidade maravilhosa, vale a pena conhecer esse belo museu, com um valioso acervo e muita cultura. Durante esse ótimo passeio no Rio de Janeiro você irá se aprofundar não só nas artes expostas, mas também na vida e luta da humanização da psiquiatria. Em um mundo dominado por homens, Nise se destacou e fez história. No Dia Internacional da Mulher o Museu Imagens do Inconsciente é um passeio incrível – um registro artístico da vida e obra de Nise da Silveira e seus pacientes.

Rosa Parks

Rosa Parks

Uma ativista norte-americana que não abaixou a cabeça para ninguém e se tornou conhecida mundialmente por ter recusado de levantar e ceder o seu lugar para uma pessoa branca. Hoje em dia pode até parecer um absurdo uma cena dessas onde a pessoa é obrigada a levantar por conta de sua raça, mas infelizmente essa era uma obrigação. Ao não se levantar e ainda “escorregar” para o lugar da janela, Rosa Parks foi presa e acusada. Parks continuou sua luta e se tornou um símbolo do movimento dos direitos civis dos negros dos Estados Unidos.

Leia mais: Enem será em 17 e 24 de janeiro de 2021

Visite o museu da mãe do movimento dos direitos civis

Se você procura uma viagem para os Estados Unidos diferente, pode colocar Montgomery em seu roteiro e visite o Museu de Rosa Parks. Esse é um museu interativo e você aprender mais sobre o acontecimento histórico do ônibus, que ocorreu anoitecer no dia 1° de dezembro de 1955. Aprecie e exalte a história dessa mulher maravilhosa que teve coragem de se posicionar e não levantar em um momento tão importante e que revolucionou uma geração. 

A LiveHere celebra o dia internacional da Mulher! Especialista em locação de imóveis para universitários!

Avalie esse post:

Classificação 5 / 5. Votos: 1

Comentar

Clique para Comentar!

Newsletter

Confira